domingo, agosto 27, 2006

Só Podemos Dar Aquilo que Temos! (tem fogo aí?)




A chamada da Igreja do Senhor Jesus é para doar.
Doar vida, doar bênçãos, doar milagres e doar poder de Deus! (Isaias 61.1-3)
Doar poder? Mas que tipo de poder?
Do mesmo tipo de poder que havia em Pedro e João defronte a porta formosa e do mesmo tipo de poder que havia em Elias no alto do Monte Carmelo.
Lembrando-nos sempre, que ninguém pode dar aquilo que não tem!
Muitos até se esforçam, mas se não possuem do fogo de Deus queimando em seu ventre, ardendo em seu coração e crepitando em seu viver, esqueça, quem não tem poder em si mesmo, não poderá dar a outrem!

Atos 3.1-10
1 Certo dia Pedro e João estavam subindo ao templo na hora da oração, às três horas da tarde.
2 Estava sendo levado para a porta do templo chamada Formosa um aleijado de nascença, que ali era colocado todos os dias para pedir esmolas aos que entravam no templo.
3 Vendo que Pedro e João iam entrar no pátio do templo, pediu-lhes esmola.
4 Pedro e João olharam bem para ele e, então, Pedro disse: “Olhe para nós!”
5 O homem olhou para eles com atenção, esperando receber deles alguma coisa.
6 Disse Pedro: “Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho, isto lhe dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, ande”.
7 Segurando-o pela mão direita, ajudou-o a levantar-se, e imediatamente os pés e os tornozelos do homem ficaram firmes.
8 E de um salto pôs-se em pé e começou a andar. Depois entrou com eles no pátio do templo, andando, saltando e louvando a Deus.
9 Quando todo o povo o viu andando e louvando a Deus,
10 reconheceu que era ele o mesmo homem que costumava mendigar sentado à porta do templo chamada Formosa. Todos ficaram perplexos e muito admirados com o que lhe tinha acontecido.

A Igreja tem de tudo hoje: escolas, faculdades, hospitais, casas de recuperação, assistência social, representantes na política, psicólogos, assistência jurídica, bancos (isso mesmo, BANCOS!), cursos profissionalizantes, construções suntuosas, CD’s, DVD’s, estúdios, segurança armada, etc e etc.

Isto me faz lembrar de uma história que muitos aqui já devem ter ouvido, a de que certo papa recebeu a visita de um Teólogo temente a Deus (se Aquino ou Agostinho não estou certo).
E ao apresentar o Vaticano tão rico e luxuoso, tão cheio de riquezas e suntuosidades, o papa afirmou:
- Já não precisamos dizer que não temos prata e nem ouro!
Ao que o homem de Deus prontamente respondeu:
- Também já não podemos dizer, levanta-te e anda!

O que aconteceu é o esvaziamento do poder de Deus, enchemo-nos de recursos, projetos, dogmas e departamentos, mas nos esvaziamos do Espírito Santo de Deus.

A porta formosa representa exatamente isso!
Ela era chamada de formosa por ser coberta por placas de ouro, e o sol do meio dia ao se refletir nesta porta tornava praticamente impossível fita-la diretamente.
Note o contraste da porta com a miséria deste homem!
Note tmbm o contraste desta porta com os apóstolos!
A porta tinha riqueza, tinha beleza, tinha formosura mas não podia mudar a feiúra da miséria deste ser desgraçado.
Os apóstolos não tinham beleza, não tinham formosura, não tinham prata e nem ouro,mas tinham unção, tinham poder de Deus, tinham fogo!!!
E por isso puderam mudar a sorte daquele homem.

Notem que Pedro não diz: - Não tenho prata e nem ouro...
- Mas em nome de Jesus, tome uma cesta básica!
- Mas em nome de Jesus, receba um vale transporte!
- Mas em nome de Jesus, olha aqui uma vaga na casa de recuperação!
- Mas em nome de Jesus, olha aqui uma bolsa de estudos!

Pedro diz:
- Em o Nome dos Nomes! No Nome em que importa que sejamos salvos, em nome de Jesus o Nazareno, levanta e anda!!!

Pedro não espera a reação proativa do homem, ele não espera uma iniciativa, ele próprio estende a mão e coloca o homem em pé!
Ele crê no que está fazendo!
Não é somente a palavra de Pedro que libera o poder, mas o gesto! Ao tomar o homem pela mão, IMEDIATAMENTE os pés do aleijado se fortaleceram!

Quando o poder de Deus vem sobre alguém, a perplexidade e a admiração surgem com o louvor e a alegria.

Ninguém pode dar aquilo que não tem!
Você tem fogo aí?

Porque não conseguimos experimentar este poder então?
Porque não temos desta unção para passarmos a outros?

I Reis 18.30-41
30 Então Elias disse a todo o povo: “Aproximem-se de mim”. O povo aproximou-se, e Elias reparou o altar do SENHOR, que estava em ruínas.
31 Depois apanhou doze pedras, uma para cada tribo dos descendentes de Jacó, a quem a palavra do SENHOR tinha sido dirigida, dizendo-lhe: “Seu nome será Israel”.
32 Com as pedras construiu um altar em honra ao nome do SENHOR e cavou ao redor do altar uma valeta na qual poderiam ser semeadas duas medidas a de sementes.
33 Depois arrumou a lenha, cortou o novilho em pedaços e o pôs sobre a lenha. Então lhes disse: “Encham de água quatro jarras grandes e derramem-na sobre o holocausto b e sobre a lenha”.
34 “Façam-no novamente”, disse, e eles o fizeram de novo. “Façam-no pela terceira vez”, ordenou, e eles o fizeram pela terceira vez.
35 A água escorria do altar, chegando a encher a valeta.
36 À hora do sacrifício, o profeta Elias colocou-se à frente do altar e orou: “Ó SENHOR, Deus de Abraão, de Isaque e de Israel, que hoje fique conhecido que tu és Deus em Israel e que sou o teu servo e que fiz todas estas coisas por ordem tua.
37 Responde-me, ó SENHOR, responde-me, para que este povo saiba que tu, ó SENHOR, és Deus, e que fazes o coração deles voltar para ti”.
38 Então o fogo do SENHOR caiu e queimou completamente o holocausto, a lenha, as pedras e o chão, e também secou totalmente a água na valeta.
39 Quando o povo viu isso, todos caíram prostrados e gritaram: “O SENHOR é Deus! O SENHOR é Deus!”
40 Então Elias ordenou-lhes: “Prendam os profetas de Baal. Não deixem nenhum escapar!” Eles os prenderam, e Elias os fez descer ao riacho de Quisom e lá os matou.
41 E Elias disse a Acabe: “Vá comer e beber, pois já ouço o barulho de chuva pesada”.

Primeira coisa que um profeta, um apóstolo, um homem, uma mulher de Deus deve ter!
Coragem e ousadia!!!
Coragem não é o mesmo que ousadia.
Coragem é aquilo que o domador de leões tem, o piloto de F1 tem, o amante de esportes radicais tem.
Coragem qualquer maluco por aí tem! Embora muito crente não tenha...
Ousadia é aquilo que só a pessoa cheia do Espírito Santo tem, começa com a coragem, mas se completa no Espírito Santo.
A coragem faz que você não tenha medo, mas a ousadia faz com que os outros te temam!
A coragem faz que o domador de leões não tenha medo das feras, mas a ousadia fará que os leões morram de medo de você quando tiveres de passar pela cova. E eles não terão coragem de abrir a boca para dar um piu.
Não, não é miado não, é piu mesmo, pois o medo será tamanho que eles vão pensar que são passarinhos diante do gigante leão da tribo de Judá!!!

“Aproximem-se de mim” (vs 30).
Aquele que quer fogo tem que chamar a responsabilidade para si!
E para isso precisa de coragem e ousadia!

“Reparou o altar” (vs30).
Com adoração falsa em altar arruinado o fogo não vem não!
Precisa de arrependimento e santidade.
Restauração é obra de libertação e cura interior.

“Doze pedras”, “construiu” , “cavou” e “medida de sementes”(vs 31 e 32).
Isto significa trabalho!
Daí você me diz: Uh pastor, tenho trabalhado bastante!
Eu estou falando de trabalho espiritual.
Aqui nós vemos doze pedras (discipulado), construir (edificar) e cavar para sementes (evangelizar)!

“Lenha” e “Novilho em Pedaços” (vs 33).
Sacrifício, obediência.

“Quatro jarras” e “Água” (vs 33).
Sem água não tem fogo santo, pois a água é a ação purificadora do Espírito Santo e sem pureza não tem fogo! Jesus disse que seriamos purificados pela palavra (João17).
Quatro jarras, quatro evangelhos. Devemos banhar o nosso sacrifício com a palavra!

“Pela terceira vez” (vs 34).
Persistência na palavra.

“A água escorria do altar” (vs 35).
O fogo só vem quando o altar está transbordando para fora!
A fé, o evangelho e o poder de Deus são coisas que vivemos para fora, para os outros, para abençoar. Note que o evangelho transborda para o lugar das sementes (evangelismo).
Tem pessoas que vivem um evangelho introversivo, tudo in, tudo para mim, tudo centralizado no eu (benção, prosperidade e etc), quando o evangelho deve ser extroversivo, para fora, para os outros, para o próximo, mas centralizado em Jesus.

“Hora do sacrifício” (vs 36)
Hora de morrer, hora da dor, hora da entrega, da renúncia.
Quando formos pontuais com este horário (relógio de Deus), o poder de Deus virá com maior freqüência e potência sobre nós.

“Orou” – oração intencional/ com objetivo (vs 37 e 38).
Ao Deus certo, no momento certo (relógio de Deus) e com o objetivo certo (“que hoje fique conhecido que tu és Deus em Israel” e “que este povo saiba que tu, ó SENHOR, és Deus”) – glorificar a Deus!

Aí meu querido, o fogo cai mesmo, não tem conversa!
Se cumprir o roteiro profético de Deus, o fogo cai!

Você quer ter poder de Deus em sua vida?
Você quer fogo do céu sobre sua cabeça?
Cumpra o roteiro profético de Deus.

“O Senhor é Deus!” (vs 39).
Quando você tem fogo para dar há conversões ao seu redor!
Se não estiver acontecendo transformação ao seu redor é por que você não tem fogo para dar, pois quem tem fogo é seguido pelos sinais do avivamento!

“Prendam...os matou” (vs 40).
O portador do fogo de Deus também estará incumbido de executar os juízos de Deus!
Você quer poder de Deus para que?
Pra dizer que você é mais ungido que os outros? Mais santo?
Não, não.
O poder de Deus traz consigo responsabilidades, e algumas nem tão agradáveis, como confrontar o pecado, a injustiça e a religiosiade!
Você está pronto?

“Ouço o barulho de chuva pesada” (vs 41).
E depois do fogo... você pensa que acabou?
Tem mais, muito mais!
Você está pronto?

Que Venha o Teu Reino!

Um comentário:

marcel disse...

muita revelação da palavra de Deus. mais a parte que eu mais gostei foi da cesta básica e da resposta do homem de Deus ao Papa(que é uma grande verdade atual nos dias de hoje).